JOHN WESLEY

Wesley foi sem dúvida o maior pregador de sua época,Seu exemplo de oração e amor as almas ficaram indeléveis. Não só na denominação que fundou mas, em todo o mundo . pois o impacto de sua pregação ainda se faz sentir. O mundo ainda sente o poder da mensagem evangélica pregada por esse poderoso homem de Deus, que desprovido de meios de comunicação e tecnologia alcançou todo o reino unido e abalou a América do norte... Como todos que invadem o território de Satanás, os ir¬mãos Carlos e João Wesley, tinham de sofrer terríveis per¬seguições. Em Moorfield os inimigos do Evangelho acaba¬ram com o culto, destruindo a mesa em que João subira para pregar e o insultaram e maltrataram. Em Sheffield, a casa foi demolida sobre a cabeça dos crentes. Em Wednesbury, destruíram as casas, roupas e móveis dos crentes, deixando-os desabrigados, expostos à neve e ao temporal. Diversas vezes João Wesley foi apedrejado e arrastado como morto, na rua. Certa vez foi espancado na boca, no rosto e na cabeça até ficar coberto de sangue.
Mas a perseguição da parte da igreja decadente era a sua maior cruz. Foram denunciados como "falsos profe¬tas", "paroleiros", "impostores arrogantes", "homens des¬tros na astúcia espiritual", "fanáticos", etc. Ao voltar para visitar Epworth, onde nascera e se criara, João assistiu, no domingo, ao culto da manhã e ao culto da tarde, na igreja onde seu pai fora fiel pastor durante muitos anos, mas não lhe foi concedida a oportunidade de falar ao povo. Às de¬zoito horas, João, em pé, sobre o monumento, que marcava o lugar em que enterraram seu pai, ao lado da igreja, pre¬gou ao maior auditório jamais visto em Epworth - e Deus salvou muitas almas.
- Qual a causa de tão grande oposição? Entre os crentes da igreja dormente , alegava-se que eram as suas pregações sobre a justificação pela fé, e a santificação. Os descrentes não gostavam dele porque "levou o povo a se levantar para cantar hinos às cinco da madrugada."
João Wesley não somente pregava mais que os outros pregadores, mas os excedia como pastor, exortando e con¬fortando os crentes, e visitando de casa em casa.
Nas suas viagens, andava tanto a cavalo, como a pé, ora em dias ensolarados, ora sob chuvas, ora em temporais de neve. Durante os 54 anos do seu ministério, andou, em média, mais de 7 mil quilômetros por ano, para alcançar os pontos de pregação.
Esse homenzinho que andava 7 mil quilômetros por ano, ainda tinha tempo para a vida literária. Leu não me¬nos de 1.200 tomos, a maior parte enquanto andava a cava¬lo. Escreveu uma gramática hebraica, outra de latim, e ainda outras de francês e inglês. Serviu durante muitos anos como redator dum jornal de 56 páginas. O dicionário completo que compilou da língua inglesa era muito popu¬lar, e seu comentário sobre o Novo Testamento ainda tem grande circulação. Revisou e republicou uma biblioteca de cinqüenta volumes, reduzindo-a para trinta volumes. O li¬vro que escreveu sobre a filosofia natural teve grande acei¬tação entre o ministério. Compilou uma obra de quatro vo¬lumes sobre a história da Igreja. Escreveu e publicou um livro sobre a história de Roma e outro sobre a da Inglater¬ra. Preparou e publicou três volumes sobre medicina e seis sobre música para os cultos. Depois da sua experiência em Fetter Lane, ele e seu irmão Carlos, escreveram e publica¬ram 54 hinários. Diz-se que ao todo escreveu mais que 230 livros.
Esse homem de físico franzino, ao completar 88 anos, escreveu: "Durante mais de 86 anos não experimentei qualquer debilidade de velhice; os olhos nunca escurece¬ram, nem perdi o meu vigor". Com a idade de 70 anos, pre¬gou a um auditório de 30 mil pessoas, ao ar livre, e foi ouvi¬do por todos. Aos 86 anos fez uma viagem à Irlanda, na qual, além de pregar seis vezes ao ar livre, pregou cem ve¬zes em sessenta cidades. Certo ouvinte assim se referiu a Wesley: "Seu espírito era tão vivo como aos 53 anos, quan¬do o encontrei pela primeira vez".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DA HOMILÉTICA E DA RETÓRICA

EXEMPLOS DE REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS

PENTATEUCO E HIPÓTESE DOCUMENTÁRIA