1 e 2 SAMUEL

AULA 3 – HISTORICOS

Os livros de Samuel

No canon hebraico os livros de Samuel formam um só. É um dos livros mais Cristológicos, senão o mais Cristológico do AT, pois o reino de Davi , todo ele , praticamente refere-se ao Reino vindouro de Cristo.
1 Sm 25.1 – Sobre Samuel: Nasceu em 1103 a.C., aos 58 anos de Eli, entre 4 e 6 anos é levado ao templo( 1.24 ) em 2.18 ele tem cerca de 7 a 9 anos, em 3.1 ele tem 12 anos segundo Josefo. Aos 21 anos é reconhecido como profeta de Deus ( 3.20 ) exerce o co-Juizado com Eli por mais 10 anos, até a morte deste em 1063 a.C., por mais de 20 anos é o único juiz de Israel ( 1063-1043 a.C.). Em 1046 a.C. com 57 anos constitui os seus filhos Juizes (8.1) , Unge Saul aos 30 anos em 1044 a.C., e empossa o mesmo em 1043 a.C. Samuel exerce o Poder ao lado de Saul por mais 18 anos. Em 1025 a.C. Saul é rejeitado ( 15.23,28 ). Em 1023 a.C. Davi é ungido, aos 18 anos como rei ( 16.3 ), morre aos 89 anos de idade em 1014 a.C.
Samuel criou 2 instituições : A monarquia e o Ensino. Aquela na Pessoa de Davi, tipifica Cristo, esta proporcionou o progresso, cultura,riqueza e glória ao povo.


1 SAMUEL 8:7-9 - Como pôde Deus condenar o pedido feito por Israel para que fosse constituído um rei, quando em Deuteronômio 17 o Senhor havia dado as regras para a escolha de um rei?
PROBLEMA: As Escrituras testificam o fato de que Deus planejara um rei para Israel. Deuteronômio 17:14-20 estabelece especificamente as regras para a escolha de um rei em Israel. Entretanto, quando o povo de Israel pediu a Samuel que constituísse um rei, o Senhor disse a Samuel que o povo "não te rejeitou a ti, mas a mim, para eu não reinar sobre ele" (1 Sm 8:7). Como pôde então Deus condenar o pedido um rei feito por Israel, quando ele mesmo já havia dado as instruções para a escolha de um rei?
SOLUÇÃO: O contexto de 1 Samuel 8 mostra-nos que tanto a motivação como o método na busca de um rei foram incorretos. Em primeiro lugar, o motivo pelo qual eles queriam um rei não era certo. No primeiro versículo do capítulo 8 lemos que Samuel já tinha envelhecido, quando constituiu seus filhos por juizes em Israel. Entretanto, os filhos de Samuel não se comportaram de forma correta aos olhos de Deus. Quando o povo foi até Samuel, pedir que ele lhes constituísse um rei, não foi porque quisessem ter um homem de Deus reinando sobre a nação, mas porque queriam que um homem reinasse sobre eles. Eles consideraram erroneamente como atos de Samuel a administração que Deus vinha operando através dele.
No dia em que Saul foi escolhido, Samuel lembrou o povo de que foi Deus quem os livrara de todos os seus males, e disse-lhes: "Mas vós rejeitastes hoje a vosso Deus, que vos livrou de todos os vossos males e trabalhos..." (1 Sm 10:19). Eles ignoraram completamente o fato de que era Deus quem os protegia e sobre eles reinava, e não Samuel ou qualquer rei humano que este constituísse. Conseqüentemente, não era a Samuel que eles estavam rejeitando, mas sim a Deus.
Em segundo lugar, eles erraram não buscando o Senhor no que diz respeito ao rei que governaria Israel. Não se preocuparam em pedir a direção de Deus. Eles simplesmente pediram a Samuel que lhes constituísse um rei. Quando os anciãos de Israel foram até Samuel, eles disseram: "Constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que nos governe, como o têm todas as nações (1 Sm 8:5). Entretanto, segundo Deuteronômio 17:15 Deus determinara especificamente que o povo estabeleceria um rei, "aquele que o Senhor... escolher".
O pedido feito pelo povo denuncia sua total desconsideração quanto à participação de Deus no processo da escolha. Na verdade eles rejeitaram a Deus como seu rei e ele não se agradou disso porque não buscaram um homem de Deus, nem empregaram o método de Deus.

1 SAMUEL 10:20-21 - Afinal Saul foi escolhido por Deus, pelo povo ou pela sorte que fora lançada?
PROBLEMA: A Bíblia diz que Saul foi escolhido pelo povo (1 Sm 8:19), pelo Senhor (1 Sm 9:17; 10:24) e "por sorte" (1 Sm 10:20-21). Quem o escolheu?
SOLUÇÃO: As três afirmativas bíblicas são verdadeiras. Como o povo tinha pedido a Deus um rei, ele atendeu-os e guiou-os na escolha de Saul por meio da sorte lançada. Provérbios 16:33 declara que "a sorte se lança no regaço, mas do Senhor procede toda decisão" (cf. At 1:26).



1 SAMUEL 17:50 - Por que este versículo diz que Davi matou Golias, e 2 Samuel 21:19 diz que foi Elanã que o matou?
PROBLEMA: Em 1 Samuel 17:50-51, Davi é descrito como aquele que cortou a cabeça de Golias, depois de tê-lo atingido com uma pedra de sua funda. Entretanto, de acordo com 2 Samuel 21:19, foi Elanã, filho de Jaaré-Oregim, quem matou Golias. Por que uma passagem credita a Davi a morte de Golias e a outra, a Elanã?
SOLUÇÃO: A passagemde 2 Samuel 21:19, que diz: "Elanã, filho de Jaaré-Oregim, o belemita, feriu Golias, o geteu, cuja lança tinha a haste como eixo do tecelão", apresenta obviamente um erro de copista. Isso é reforçado pelo fato de que há uma passagem paralela em 1 Crônicas 20:5, que diz: "Elanã, filho de Jair, feriu a Lami, irmão de Golias, o geteu, cuja lança tinha a haste como eixo de tecelão". A falha ocorrida na passagem de 2 Samuel 21:19 pode ser delineada admitindo-se a confusão feita por um copista com as palavras e letras hebraicas que, quando combinadas de certa maneira, deram a redação encontrada em 2 Samuel.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ORIGEM DA HOMILÉTICA E DA RETÓRICA

EXEMPLOS DE REQUISITOS NÃO FUNCIONAIS

PENTATEUCO E HIPÓTESE DOCUMENTÁRIA